BLOG

05 de outubro de 2020

A consulta com especialista diminui os riscos

Uma consulta ao médico nem sempre deve ser vista como algo simples! Checar sintomas, a partir de reclamações, é uma questão que deve ser levada muito a sério pelos pacientes que buscam atendimento médico. Nesta questão tem que se levar em conta a importância da ação de um especialista.

Segundo documento publicado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia, saúde visual e saúde ocular são uma coisa só e são relacionadas com patologias que afetam todas as estruturas oculares, desde as pálpebras até os centros visuais corticais, passando pela córnea, íris, lente, vítreo e retina. Muitas pessoas chegam ao consultório de seu médico com uma queixa, mas após uma anamnese pode ser percebido um problema inesperado. Um exame de fundo de olho, por exemplo, pode revelar se o paciente é hipertenso.
A prescrição de óculos requer a utilização de raciocínio médico para lidar com vários fatores como grau necessários das lentes, idade, sinais, sintomas e outros. Nesse tipo de consulta, o médico oftalmologista considera também a história do paciente em relação ao uso de lentes de grau e sua capacidade de adaptação.A presença de doenças oculares como opacificação de meios transparentes, lesões de retina ou do nervo óptico e outras contribui na decisão sobre as melhores opções de prescrição da correção visual.

Em uma avaliação de acuidade visual feita às pressas, com a intenção maior de realizar venda de óculos, é praticamente impossível alcançar o melhor aproveitamento dos recursos corretivos. A avaliação das condições ópticas do sistema visual também pode ser influenciada por vários fatores que ocorrem no momento em que o exame é realizado em função de aspectos emocionais, alterações na glicemia, cansaço físico ou mental, contração da musculatura ciliar etc. Por isso, é importante que tais avaliações sejam periódicas e realizadas por médico oftalmologista, para que a saúde ocular do paciente não seja colocada em risco.

Nos casos de consultas e procedimentos oftalmológicos, é importante que o médico oftalmologista seja SEMPRE consultado!

Por menor que pareça o problema, existem doenças oculares que não apresentam sintomas e vão evoluindo de forma silenciosa, sem causara nenhuma alteração que possa ser percebida pelo paciente até que seja tarde demais. A prática de alguns estabelecimentos ópticos de indicar profissionais para realização de exames de vista é ilegal, antiética e geralmente joga os pacientes nas mãos de pessoas despreparadas. Não participe ou incentive esta prática, por mais vantajosa que pareça no primeiro momento!

A consulta médica com um não médico, ou um profissional que não seja especialista, leva à perda de tempo, de dinheiro e, em alguns casos, danos à visão que podem ser irreversíveis. Isso porque há o risco de que algum problema ocular grave seja negligenciado por falta de equipamentos e/ou exames específicos.

Fonte: Veja Bem