BLOG

12 de julho de 2021

Existe tratamento para retinose pigmentar?

A retinose pigmentar é uma doença de caráter degenerativo, transmitida geneticamente. Ela é responsável pela perda progressiva e irreversível do campo visual. 
A doença é causada pela degeneração progressiva dos fotorreceptores da retina. A consequência é que as estruturas fotorreceptoras do olho (cones e bastonetes) não são capazes de captar a luz corretamente, fator que impede a formação adequada da visão. Ocorre que, para enxergarmos, a retina recebe a luz do ambiente externo, que é transformada em estímulo nervoso e enviada ao cérebro através dos fotorreceptores. 
Quando essas células são comprometidas, a visão é diretamente afetada. Não há cura para a retinose pigmentar. Em casos associados a mutações do gene RPE65, existem tratamentos de terapia gênica que visam impedir o avanço da doença. Inúmeras pesquisas ao redor do mundo têm sido conduzidas, em busca de, ao menos, uma forma de estabilizar a doença. A identificação correta da retinose pigmentar é a melhor forma de usufruir dos benefícios de novas possíveis descobertas que possam ocorrer, através de pesquisas e abordagens de tratamento.

Fonte: Veja Bem